Tudo o que Você Precisa para Combater a Inflamação



Quando a maioria das pessoas pensa em inflamação, uma imagem de uma articulação inchada, como um tornozelo torcido, aparece em sua mente.

Mas este não é o único tipo de inflamação que existe, a inflamação é a primeira linha de defesa do corpo contra uma grande quantidade de invasores nocivos, como bactérias indesejadas, vírus e outras criaturas desagradáveis.

O processo inflamatório tem vários soldados na forma de glóbulos brancos que atuam como agentes de proteção quando o corpo é atacado.

Embora este processo seja crítico na manutenção do equilíbrio da saúde, pesquisadores e cientistas já demonstraram que ocorrem problemas quando o processo inflamatório torna-se crônico e não existe mais solução.

Infelizmente, o estilo de vida e o mundo de comidas sem qualidade de hoje criam um bom terreno para desenvolver inflamação crônica.

Esse tipo de inflamação pode ocasionar doenças graves também, como a obesidade muito comum nos dias de hoje, pelo fato das pessoas não terem cuidado com sua alimentação e posteriormente só retornarão ao seu peso e saúde com dietas detox, a dieta dukan entre outras.

Estudos recentes demonstraram claramente que as reações inflamatórias de longo prazo estão ligadas a numerosas doenças como câncer, doenças cardíacas, diabetes de Alzheimer e diabetes tipo II.
Por sorte, existem passos naturais muito poderosos que podem ser tomados para manter a inflamação longe.

1. Salmão
Salmão oferece uma fonte rica de ácidos graxos essenciais ômega-3 na forma de DHA e EPA.
Este tipo de gordura contém poderosas propriedades anti-inflamatórias que demonstraram ser benéficas para ajudar pessoas com doenças cardíacas.
Arteriosclerose, depressão, transtorno de déficit de atenção e alergias. O salmão, arenque, sardinha e atum claro são todas ótimas opções para incluir na dieta.

2. Frutas e legumes
Frutas e vegetais são carregados com nutrientes de plantas chamados fito químicos que previnem e podem até reverter o processo inflamatório.
Ao planejar as refeições, tente incluir cinco a 10 porções de fruta e legumes por dia. Pode ser:
1 fruta ou vegetais de tamanho médio ;
1/2 xícara de suco;
1 xícara de salada;
1/2 xícara de frutas ou vegetais enlatados ou congelados.
Além disso, quanto mais coloridas forem as frutas ou os vegetais, mais valor de nutrição e combate à doença contém. Procure por opções vermelhas, roxas, verdes, amarelas e laranja, e inclua uma variedade de cores em cada refeição.

3. Nozes e sementes
Nozes e sementes, como amêndoas, sementes de gergelim, também contêm gorduras essenciais anti-inflamatórias e ômega-3.
Na verdade, vários estudos mostraram que meio copo de nozes por dia é benéfico na redução do colesterol e no risco de doença cardíaca.

4. Óleos de peixe
Além de tomar um multivitamínico de alta qualidade diariamente, recomendo complementar com um óleo de peixe destilado de alta qualidade para os poderosos efeitos anti-inflamatórios.
A dose recomendada de Omega-3 para adultos é de dois gramas por dia. Os valores diários recomendados por faixa etária para crianças são:
• Nascimento até 12 meses: 500 mg
• Um ano: 600 mg
• Dois ou três anos: 700 mg
• De quatro a seis anos: 1.000 mg
• De sete a nove anos: 1.200 mg para meninos; 1.000 mg para meninas
• 10 a 12 anos: 1.400 mg para meninos; 1.200 mg para meninas
• 13 a 15 anos: 1.500 mg para meninos; 1.200 mg para meninas

5. Água fresca e limpa
Muitas vezes, um estado de desidratação pode promover o processo inflamatório. Lave seu sistema diariamente com seis a oito copos de água fresca e limpa para promover a eliminação adequada e a saúde ideal.

Alimentos e hábitos que devem ser evitados
Certos alimentos e hábitos de vida podem desencadear uma reação inflamatória no corpo. Esses alimentos incluem:
• Queijos cheios de gordura e sorvete.
• Carne vermelha (bife, costelas, hambúrgueres, cachorros-quentes, carne de porco, bacon).
• Ácidos com gorduras trans (gorduras parcialmente hidrogenadas) encontrados em vários tipos de alimentos processados ​​e embalados como na margarina.
• Farinha branca e produtos açucarados (biscoitos, bolos, cereais açucarados).
• Alimentos fritos (rosquinhas, batatas fritas, anéis de cebola).
• Álcool em excesso.
• Estresse.
• Fumar.

Lembre-se, a reação inflamatória em si não é ruim. Na verdade, o corpo precisa combater a infecção e ajudar a reparar os danos musculares ou teciduais.
Problemas surgem quando a inflamação se torna crônica.
A melhor abordagem é concentrar-se na prevenção, incluindo os alimentos acima mencionados na dieta regularmente.

O exercício, o gerenciamento do estresse e a hidratação adequada também são elementos-chave para manter o corpo funcionando bem, evitando a inflamação quando é realmente necessário.

Para conseguir o cardápio grátis e os detalhes passo a passo da nutricionista, entre no seu navegador e digite dieta.blog.br tudo está na matéria: dieta dukan: dieta das celebridades perca 9 kg em 15 dias.

Confira o vídeo com os melhores alimentos anti-inflamatórios:




O que fazer para ter unhas Lindas by Thaís Borges

O que fazer para ter unhas lindas                                       

Unhas fracas e que se quebram com facilidade, ninguém merece não é mesmo? Muitas mulheres sofrem com esse problema. E se você é uma delas, saiba que é possível mudar essa situação, com alguns cuidados que indicamos nesse artigo para ter unhas lindas.
Existem vários fatores que contribuem para que as unhas tornem-se fracas e quebradiças. E para conseguir evitá-los a fim de ter unhas lindas e fortes, precisamos conhecer esses fatores e realizar os cuidados necessários.

O que deixa as unhas fracas?

Falta de nutrientes: Uma dieta pobre em vitaminas e mineral não fornece a quantidade necessária de nutrientes para o crescimento e reparação das unhas.
Produtos químicos: A exposição das unhas a produtos como detergente, cândida, cloro, entre outros, é totalmente prejudicial as matrizes das unhas.
Acetona: A acetona é um produto forte e agressivo, que prejudica a saúde das unhas.
Esmalte: O uso excessivo de esmaltes faz com que as unhas, sofram com sua pigmentação e não tenham tempo, para se recuperar dos excessos.
Hábito: Pode parecer óbvio, mas só pra reforçar, o hábito de roer as unhas é inimigo de quem deseja que as mesmas sejam fortes e saudáveis.
Doenças: Algumas doenças como anemia, reumatismo, má circulação, problemas com tireóides, impedem que as unhas cresçam fortes e saudáveis.

Cuidados para ter unhas lindas

1.       Incluam em sua dieta alimentos ricos em proteína, vitaminas A, B, C e minerais como ferro e zinco.
2.       Você também pode fazer uso de suplementos a base de biotina para unhas fracas.
3.       Não use as unhas como objeto para abrir potes, latas ou digitar.
4.       Ao realizar tarefas que necessitem do use de produtos químicos, use luvas de borracha ou silicone.
5.       Passe base fortalecedora como a “casco de cavalo”, nas unhas antes de realizar a esmaltação.
6.       Evite retrair totalmente as cutículas, pois elas previnem as unhas de possíveis contaminações por fungos e bactérias. Retire somente os excessos.
7.       Dê um intervalo de ao menos dois dias sem esmaltes nas unhas.
8.       Use removedores de esmaltes a base de óleos hidratantes.
9.       Ao lixar ou polir as unhas, faça os movimentos sempre na mesma direção.
10.   Carregue sempre com você ‘chicletes’ para mastigar quando sentir vontade de roer as unhas. Aos poucos você irá parando com esse hábito.
11.   Mantenha as mãos, unhas e cutículas hidratadas com cremes para manter a umidade e hidratação que ambos necessitam, melhorando a aparência.
12.   Em alguns casos, é necessária a procura de um médico dermatologista para fazer o diagnóstico e indicar um tratamento.
13.   Meninas, esses foram alguns cuidados simples e essenciais para melhorar suas unhas, espero que tenham gostado do artigo.
Esse é um texto colaborativo feito por Thais B. do blog Esmaltecos – unhas, esmaltes e cuidados.

 Olá Meus Amores!

Agora tem mais novidade no blog Karina Padilha, venho apresentar para vocês a minha mais nova parceira do blog Thaís Borges com dicas super uteis de cuidados com as unhas e esmaltes.  Muito obrigada Thaís pelo carinho e confiança no meu blog. Espero que nossa parceria seja longa... Espero que vocês gostaram da novidade de hoje curtem, compartilham e comentem muito . Bjs e uma boa tarde 



Batom Ultramatte Racco


Olá Meus Amores!
Hoje vim falar do Batom Ultramatte da Racco. Já fiz vídeo no canal e agora a resenha para vocês. Desculpe o atraso da resenha é que não estava bem de saúde essa semana nem fiz vídeo no youtube, mas semana que vem tudo vai voltar ao normal e estou cheia de novidades para vocês. Todo mundo que me conhece sabe que amo os produtos da Racco e amo trabalhar com a marca. São produtos maravilhosos e de alta qualidade! O Batom ultramatte da Racco não poderia ser diferente, mas ele é diferente das outras marcas, porque apesar dele ser matte ele não dar aquela sensação de secura na boca, as vezes eu acho ate que ele tem um pouco de brilho longo que a gente passa ele, e depois com um tempo ele fica seco, depois de algum tempo seco na boca ele durou para mim umas 4 a 5 horas. O batom da Racco não é tattoo, mas tem longa duração, ele é alta cobertura. Aí vocês me perguntam o que é alta cobertura. É todo aquele batom que não se mistura com outro batom e fica a cor real do batom. Batom bom tem alta cobertura. Se vocês estiverem com uma consultora e fazer teste nos batons e ele misturar a cor você vai ver que tem baixa cobertura, e o da Racco não. ele é alta cobertura. o toque é aveludado porque não parece matte mesmo sendo matte. Hoje a resenha é curtinha só para explica o que achei do batom .. Eu amo. Toda vez que saio o povo fica louco e pergunta o batom que estou usando. A embalagem é linda e chique... Comente, curtem, compartilhem e me seguem no blog. Amo! Bjs e boa semana para todos vocês